Superman existe!

tomchrist(Eu acredito nele)

Na semana passada recebi uma visita, meu grande amigo Henry Makey III, americano puro-sangue de Boston, sua família sendo uma dos fundadores da metrópole. Suas malas: um iPad e um cartão de crédito 50 estrelas e dois cometas. É que, cidadão do primeiro mundo, viaja com a roupa do corpo e não precisa tirar visto, bem, eles são honestos e extremamente confiáveis.

Good evening, Manuel. I thought I’d take a ride through Brazil. Here I am, you know I feel very safe and happy with our guard to protect us from evil and attacks. We are privileged, we have our personal hero: Superman!”

Que posso traduzir, mais o menos assim: “Boa-noite, Manuel, vim dar um rolé pelo Brasil. Me sinto protegido e feliz, a salvo do mal e de atentados. Somos privilegiados, temos nosso herói pessoal: Superman!”

Henry é meio pirado. Dei uma risada e disse efusivamente: “Dude, let’s enjoy the carnival this week, many girls, and music, and samba. In addition to a beach you can envy. Come on, let’s not lose time!!

Que no popular é mais ou menos: “Cara, vamos aproveitar o carnaval nesta semana, muitas meninas, música e samba. Além de uma praia de dar inveja. Vamos lá, não podemos perder tempo!”

E lá fomos nós para o hotel, na orla, claro. Turista só fica em hotel no mínimo 5 estrelas. Ele pegou a chave do apartamento com vista para o mar. De manhã, quando voltei para dar um oi, ele me falou seriamente: “Before leaving, I have to pray. You know, our lives are fragile, and we must say thanks and ask for protection!” (Antes de sair, tenho que orar. Sabe como é, nossa vida e frágil, devemos agradecer e pedir proteção!).

Falei com grande admiração: “Sim, é bom conhecer um homem que tem crenças e fé”. Esperei que fizesse suas preces e perguntei: “Qual a sua religião, Henry?” Ele ficou com uma expressão iluminada, e disse tranquilamente: “Scientology. And my protector is a space invader called Kramel, who on earth is known as Superman.” (Cientologia, e meu protetor é um alienígena chamado Kramel, que aqui na terra é conhecido como Superman.)

Pensei com meus botões, quantos comprimidos de LSD com suco de laranja o gringo deve ter engolido no café da manhã?

Ao chegar em casa, entrei no Google e pesquisei:

“A cientologia é um sistema de crenças fundado em 1952 pelo autor de ficção cientifica L. Ron Hubbard (1911-1986), nascido em Tilden, Nebraska. A cientologia foi oficializada em 1954. Esta religião baseia-se nos livros de Hubbard Dianética: A Moderna Ciência da Saúde (1950), Dianética: A Evolução da Ciência e Ciência da Sobrevivência. Hubbard considerava a Dianética como uma subdisciplina da Cientologia. Até morrer, em 1986, Hubbard publicou centenas de livros sobre cientologia e apenas alguns sobre Dianética. A doutrina tem influências de outras religiões, como o hinduísmo e o budismo, e de ciências humanas, como a psicologia.. Segundo a Cientologia, há 75 milhões de anos vários planetas se reuniram numa “confederação das galáxias”, governada por um líder maléfico chamado Xenu. Como os planetas estavam com problemas de superpopulação, Xenu enviou bilhões de seus habitantes para a Terra, em espaçonaves parecidas com os Douglas DC-8, de onde foram jogados dentro de vulcões (razão pela qual o livro dianética possui um vulcão na capa) e mortos com bombas de hidrogênio. Seus espíritos, que foram recapturados e reunidos em cachos — chamados de “thetans” — são os seres humanos. A Cientologia alega que desde o início teve as suas crenças e práticas compatíveis com outras religiões. Alega também gozar de boas relações e reconhecimento com os cristãos, budistas e outras, por décadas, antes de ser formalmente reconhecida e isenta de taxas como organização religiosa e de caridade pelo governo dos Estados Unidos, em 1993, após uma longa batalha legal. Supostamente foi reconhecida, em 1994, pelo conselho dos budistas xinto (Yu-itsu-shinto) com sede no Japão, não só estendendo o reconhecimento oficial da cientologia, mas tomando a si a tarefa de treinar inúmeros monges nas crenças e práticas adjuntas às meditações e orações” (Wikipédia)

Realmente, Henry tinha fé! Me contou sobre os “Thetas” e sua vinda para a terra, de como Superman protege nossas vidas do mal e do destino após a morte. Realmente convincente. Apresentou provas, que realmente são muito coerentes. Mas seu trunfo estava na manga: “Educated people , intelligent elite of the United States of America, belong to our faith“. (Pessoas educadas, inteligentes da elite dos Estados Unidos da América pertencem à nossa fé). E cantou com alegria alguns nomes: Chick Corea, Beck, Billy Sheehan, Giovanni Ribisi, Isaac Hayes, Jason Lee, Jenna Elfman, John Travolta, Juliette Lewis, Karen Black, Kelly Preston, Kirstie Alley, Lisa Marie Presley, Priscilla Presley, Sonny Bono,Tom Cruise, Danny Masterson.

Esquecemos o carnaval, merda! Eu tinha tantos planos eróticos, todas aquelas mulheres estonteantes, que pena. Ele pregou horas a fio, e quase me tornei um discípulo de Xenu, porém me salvou o senso ateu que mora no meu coração.

Quando ele foi embora, a útima coisa que ele me disse foi: “Manuel, my friend, you are a human being who must save your soul, knowing the truth. Come back to faith, the great lord Xenu, the Universe has given us this opportunity, but you have to accept it first. I hope you read the 75 books I gave you as a gift. Goodbye, may the Superman protect you!” (Manuel, meu amigo, você é um ser humano que deve salvar sua alma, conhecer a verdade. Voltar à fé, Xenu o grande senhor do Universo nos deu essa oportunidade, mas você tem que aceitar primeiro. Espero que leia os 75 livros que lhe dei de presente. Adeus, que Superman o proteja!)

Na volta, parei na orla, joguei os 75 livros na lixeira da prefeitura, sentei numa cadeira de plástico com o logo da “Skol, desce redondo” e tomei uma gelada. Pensei, pensei e pensei… Cheguei à uma conclusão: se alguns acreditam em juízo final, paraíso, inferno, infalibilidade do Papa, Lúcifer,  Placas de Mórmon, Paraíso com 15 virgens, Quetzacoatl, Zeus, Osíris, Shiva… o gringo tem o direito de acreditar no Alienígena Xenu e Superman! Quem sou eu pobre mortal ignorante, para ter preconceitos em relação às crenças dos homens!

Saúde! Cheers! Salud! E claro, derramei um pouco na areia… para o santo.

(Fontes: Wikipedia, Cientologia_Fundação, Famosos_CIntologistas)

3 comentários em “Superman existe!

  • 26/02/2013 em 18:19
    Permalink

    Manuel
    O que me impressiona é pela primeira vez entender o que é a cientologia.
    Ou seja é uma religião ,quer se queira ou não!
    Enquanto isso vou ficar com o Gil:
    “andar com fé, eu vou porque a fé não costuma falhar…”

    Resposta
  • 25/02/2013 em 21:08
    Permalink

    acho constrangedor o fato dos cientologistas serem contra a medicina, perdi uma grande amiga desta forma, quando ela foi se tratar era tarde demais

    Resposta
    • 26/02/2013 em 07:09
      Permalink

      Ser ateu, não uma escolha, é a única forma de sobre viver numa sociedade cada vez mais “pirada”! por Deuses, Milagres e até aliens!

      Resposta

Deixe você também o seu comentário