Sou ou não sou?

9788581800776_coverpor Eliete Costa*

Meu sobrinho, pela primeira vez, assistia ao BBB: “PQP! É assim que sou quando estou bêbado?”

É essa a sensação que tenho quando leio textos de escritores novos, desafamados, não notórios, desconhecidos. PQP! É assim que sou quando estou escrita?

Leio o texto com intenção de valorizá-lo, cheia de boa vontade, mas, lamentavelmente, a leitura não me captura, não me fisga e tenho vontade de desistir na metade. Porém, respeitosamente, vou até o fim, pulando um parágrafo aqui, emitindo um muxoxo ali. E chego ao fim sem coragem para dizer em voz alta o que achei por medo de ser ouvida pelo autor, que espera ansioso pela minha opinião. Aliás, não só a minha, como a de todos que ele deseja que leiam.

O autor é aquele que rói a unha e anda de um lado para outro enquanto espera nervoso que seu trabalho seja lido e reconhecido. Anseia pelo momento de descobrir, de repente, que muitos leram e apreciaram seu texto, e se desaponta com todas as opiniões que não são emitidas; ou, se emitidas, não são favoráveis; ou, se favoráveis, são tendenciosamente, convenientemente e excessivamente favoráveis.

Estou fitando o abismo, e, além da obscuridade, vejo ansiedade, ilusão, ingenuidade, presunção, pretensão, esperança. O abismo me fita de volta, me cobra uma posição e joga na minha cara a imagem do incauto. Afinal, o que quero ser? Sou ou não sou escritora? Estou diante do que provavelmente sou eu e não gosto do que vejo.

E, para aqueles que acham que estou sendo descortês, um conselho: ignorem-me, porque o BBB tem um público que até paga para assistir.

 

*Nota da editora: a Eliete Costa é uma autora excelente, embora ainda desafamada, injustamente. Seu livro “As coxas e o escrivão” vem fazendo bonito na Amazon, confiram.

 

 

 

Eliete Costa é escritora, roteirista e letrista, sendo autora da música “Queimada”, interpretada pelo Trio Avenida Brasil. Publicou o livro de contos A intimidade deles e o de poemas Amor Bandido. As coxas e o escrivão é seu primeiro livro publicado pela KBR.

 

 

Noga Sklar

Editor, KBR Editora digital

2 comentários em “Sou ou não sou?

Deixe você também o seu comentário