Sem amor, eu nada sou

Essa foi uma das maravilhosas frases ditas pelo padre no casamento de uma grande amiga, neste fim de semana: “Sem amor, eu nada sou.”

Verdade absoluta! O que é o ser humano sem amor? Nada. Ninguém. O amor move o mundo. E falo de todo tipo de amor: de pais para filhos, de amigos, de irmãos, de filhos para pais, de animais de estimação e claro, entre casais.

Sem dúvida, foi uma das cerimônias mais bonitas que já assisti na vida. Muito parecida com a do meu casamento, diga-se de passagem. Não é por nada, não, mas a minha foi fantástica mesmo. Falando neste assunto, que coisa linda é o casamento! Tudo que envolve esse grande dia é comovente: a decoração, as músicas, o ambiente, os figurinos, os penteados, a festa, os casais apaixonados, as daminhas, o noivo e a tão esperada entrada triunfal da noiva.

E como ela estava divina, eu digo, minha amiga noiva! Não tem como não se emocionar, fica sempre aquele nó na garganta. Afinal, não dá para cair em prantos, né? Além de ser aquele mico, o olho fica todo borrado de preto; tenebroso.

O casamento foi mágico: os noivos abençoados sob a luz do luar, com o céu limpo e cheio de estrelas. Em volta um jardim, árvores majestosas, de tirar o fôlego até daqueles que acham uma baboseira casar. A orquestra, de arrepiar, cumpriu seu papel, tornando a cerimônia ainda mais emocionante. E o padre… bom, o padre, depois da noiva, foi o grande protagonista. Entre um poema e outro de Fernando Pessoa e Mario Quintana, falava do amor com uma empolgação tamanha, que dava gosto de ouvir. No fim, pediu para que o casal continuasse livre, cada um com seu trabalho, seus amigos, sua vida individual (não individualista), mas sempre juntos e unidos pelo coração.

É isso aí, querido Tom Jobim: fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho!

 

10 comentários em “Sem amor, eu nada sou

  • 08/09/2011 em 16:29
    Permalink

    Amiga, o amor é lindo!!!
    E sob a sua ótica tudo fica ainda mais emocionante.
    Amei!
    Beijos

    Resposta
  • 06/09/2011 em 22:30
    Permalink

    Mais uma deliciosa crônica!!!!! ADOOOORO!!!!!

    Resposta
  • 06/09/2011 em 09:50
    Permalink

    Eu tive a felicidade de estar presente nesta linda cerimonia. Estava tudo perfeito, irretocável e inesquecível! Bela crônica!

    Resposta
  • 05/09/2011 em 13:07
    Permalink

    Que lindo Júlia, amei a cronica! Casamento também me emociona muito. Chorei horrores no meu e choro em qq um q vou rrs. Ainda que eu falasse a lingua dos homens, que eu falasse a lingua dos anjos, sem amor eu nada seria…Arrasou. Bjão querida, amei te conhecer! Vc é especial. Deis te abençoe.

    Resposta
    • 05/09/2011 em 13:55
      Permalink

      Oi Nádia, imagina no casamento da Bia então???? ahahahhahahha vc vai precisar de amparos médicos de tanto chorar!

      Vcs tb são muito especiais. Nossa manhã foi INCRÍVEL!!!!

      bjssss

      Resposta
  • 05/09/2011 em 12:54
    Permalink

    Adoro casamentos, me emociono e choro sempre. Julia a sua cronica esta linda, obrigada por nos presentear com seu belo e romantico texto. O amor é tudo!

    Resposta

Deixe você também o seu comentário