Proteja sua privacidade

Muito se comenta sobre invasão de privacidade na internet. Em vários casos, o que parece invasivo é apenas a divulgação de dados que a própria pessoa, incautamente, forneceu. Em outros tantos, a informação é passada por amigos ou conhecidos eventuais: não existe mais a possibilidade de ir a uma festa escondido de sua namorada sem correr o risco de que alguém coloque no Facebook uma foto em que você aparece dançando lá atrás.

Pois ultimamente apareceu na internet um perigo muito mais grave do que as redes sociais. Chama-se “acesso remoto”, e está na moda. Agora, quem presta serviços de informática quer solucionar tudo por acesso remoto. Deparei-me com três exemplos em uma semana: um técnico para tratar conflitos de configuração no meu computador; uma conhecida marca de computadores que queria fazer o diagnóstico de um equipamento; e uma empresa de software que vendeu para o escritório de um amigo um programa de folha de pagamento que necessitava de ajustes. Todos solicitaram acesso remoto.

Funciona assim: instala-se um programa que, conectado à internet e com a senha adequada, permite que, de qualquer lugar do mundo, você trabalhe no computador da sua casa como se estivesse sentado diante dele. Útil e prático. Porém, se você permitir que um cara do Rio Grande do Sul, que você nunca viu antes, entre remotamente no seu computador, estará dando acesso a TODAS as informações que estiverem na sua máquina. Isso pode, por exemplo, incluir seu imposto de renda, sua senha bancária, ou sua correspondência pessoal. Melhor ter um pouco mais de trabalho para resolver o problema imediato de informática do que criar um problema maior!

O acesso remoto só pode ser obtido se a pessoa consentir na instalação de um programa para este fim. A maioria das pessoas tem pouco conhecimento de informática, e já sei de casos de gente que aceitou a tal instalação de boa-fé, sem se dar conta das consequências.  Fique esperto.

 

Um comentário em “Proteja sua privacidade

  • 21/12/2012 em 17:23
    Permalink

    Cláudia, adorei sua crônica e bem oportuna, temos que estar atentos mesmo!!!

    Resposta

Deixe você também o seu comentário