Oh, if I catch you, oh, oh….

Ah, por favor, pelo amor de Deus, eu não mereço isso. Ou melhor, vamos combinar, ninguém merece. Essa droga desta música do Michel Teló, “Ai se eu te pego” grudou no meu cérebro. Agora não quer sair. Um horror. Passei o fim de semana inteiro com esse refrão martelando e perturbando a minha mente. Não sei mais o que fazer para me livrar dessa porcaria sonora.

Não que eu seja aquele tipo de pessoa que SÓ escuta música clássica. De jeito nenhum, muito pelo contrário. Até me irrito bastante com minha própria capacidade de ser tão eclética. Meu iPod vai de Só pra Contrariar a Sarah Brightman e Katy Perry, passando por Beatles, Ana Carolina, Frank Sinatra e Leandro & Leonardo. É o samba do crioulo doido. Não sigo regras, sigo o que me encanta, o que me toca, o que me faz lembrar de bons momentos, o que me inspira. Mas tem que ser no mínimo uma música trabalhada, com letra e melodia que façam sentido, que passem uma mensagem de alguma forma.

O que é bem diferente do que encontramos no super single de sucesso do nosso querido brasileiro, Teló, que chegou em primeiro nas paradas de  Portugal, Itália, Espanha e do Brasil, é óbvio. Agora que ele acha que está podendo, ou está mesmo, resolveu se empolgar ainda mais e lançou a versão em inglês, cuja tradução, aliás,  deve ter sido de uma complexidade monstruosa: Oh, if I catch you. Só sei que ontem, antes de dormir, na minha timeline no Twitter e Facebook só dava esse mantra enlouquecedor. Resultado: não dormi direito. Era como se um pica-pau estivesse dentro da minha cabeça. Esse homem conseguiu tirar a minha paz. Ele me lembra o Tiririca, que virou um Deus no Brasil porque teve a brilhante ideia de compor a complexa “Florentina de Jesus”, que vendeu mais de 1,5 milhão de cópias. Surpresa? Não! Isso já é esperado no nosso país, que sim, claro, tem cultura, porém uma cultura pobre. Sem dúvida, muitos pagam o que for por um cd do Michel Teló, ou do Tiririca, mas não gastam nem R$1 real em um livro. Aí, dá nisso…..

Vida longa a Michel Teló, mas vida curta às suas músicas tupiniquins, porque, sério, nosso ouvido não é pinico. Boa semana para vocês!

 

 

3 comentários em “Oh, if I catch you, oh, oh….

  • 16/01/2012 em 20:24
    Permalink

    Oi Vera, ahahahhahaha é mesmo!!! Mas fala sério né? É muito ruim………

    Alguém tem que levantar essa bandeira!

    bjsss e obrigada

    Resposta
  • 16/01/2012 em 18:50
    Permalink

    Olá Júlia,
    Parabéns pela audácia de falar sobre uma música que está empolgando o mundo inteiro. Ontem o Fantástico mostrou gente do mundo inteiro cantando o Ha se eu te pego!!!!
    Fiquei pasma!
    Parabéns pela coragem de ir contra uma corrente que chegou a milhões de acsssos na internet!
    beijo grande

    Resposta

Deixe você também o seu comentário