Moleque abusado

Eu até que estava tentando, mas meus olhos não conseguiam acompanhar aquele azougue ricocheteando nos quatro cantos da tela da minha TV. Mesmo em câmera lenta, estava difícil.

Nem era meu time jogando, mas assim como outros milhões de brasileiros eu estava enfeitiçada por aquele moleque abusado. Ele não sabe que não é possível dentro das leis da física executar tais movimentos, portanto, vai fazendo, como se possível fosse.

Fico pensando que ele imagina, com um risinho disfarçado, como é possível que alguém ainda lhe pague para que ele venha brincar nos mais importantes gramados do país e de outras nações mundo afora. O que ele está fazendo ali é molecagem pura, combinada com uma agilidade impensável e uma inteligência nata.

Quando a bola está por perto, existe entre eles uma sincronia e uma cumplicidade  de amantes ardorosos. Eles se pertencem, bailam juntos por alguns instantes e depois se distanciam para logo em seguida se encontrarem novamente num pas-de-deux harmônico. O caminho do gol já está marcado, indelevelmente, na cabeça do rapazinho, e como magnetos se atraem irresistivelmente.

Os narradores também parecem fascinados; e apesar de tantos e tantos jogos já assistidos, ficam desconcertados, procurando adjetivos capazes de traduzir o que estão vendo.

Quando os deuses do futebol se uniram para criar esse superjogador, pariram um galinho da campina com perninhas tortas de sabiá calçando chuteiras vermelhas, um sorriso cativante e um carisma imenso. Colocaram em seus ombros o famoso manto de impenetrabilidade que haviam emprestado a Hércules, para sempre evitar um confronto direto com seus adversários — enfurecidos e inconformados—, ou que  venha a se ferir com aqueles malabarismos impensáveis no ar, que ignoram a lei da gravidade.

Todos os seus colegas parecem ter por ele grande amizade, e a admiração de quem entende como essa arte é difícil.

Eu, que sou muito patriota, fico orgulhosa por ele ter nascido no Brasil. Espero que a inteligência do atrevido não se restrinja somente ao jogo, mas que ele seja igualmente sábio para perceber que, sozinho, pode modificar a vida de muitos garotos e garotas ao lhes legar, como seu ídolo, valores de moral que estão meio difíceis de se encontrar por aqui. O fato de estar sempre cercado pela família já é um lenitivo.

Vai, menino atrevido, moleque abusado, buscar a glória que você tanto merece. Mas mantenha sempre esse jeitão desengonçado e ao mesmo tempo tão elegante, esse sorriso fácil, essas brincadeiras de comemorar o gol. Mantenha esse garotinho feliz dentro de seu coração pelo resto de sua vida. Vai, menino atrevido, moleque abusado, que a gente vai com você, te seguindo pelos caminhos da felicidade e da alegria.

Nós todos, os brasileiros, te abençoamos.

 

postado também aqui

 

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Berenice Gazoni disse:

    Concordo plenamente! Ele é sensacional! tem feito a alegria de apaixonados por futebol e de santistas fanáticos , como eu!

  2. olney disse:

    Disseste-o muito bem!

  3. Sua cronica é GOLLLLLLLLLLLLLLLLL!

  4. Marisa disse:

    Gostei!!!!

  5. O moleque abusado é realmente sensacional!!!
    Também espero que ele possa passar, além do seu fantástico dom de jogar futebol, alguns valores morais para nossos jovens.
    Parabéns por tratar esse assunto com tanta habilidade.
    beijo grande

  1. 26/05/2012

    […] postado também aqui […]

Deixe você também o seu comentário