A educação mandou lembranças!

Poucos minutos no estacionamento de um movimentado shopping do Rio esta semana foram suficientes para dar de cara, no mínimo duas vezes, com a falta de educação das pessoas. Não precisou mais do que isso para me convencer de vez que o problema da humanidade vem do berço; da educação, ou melhor, da falta dela.

Primeiro, assisti de boca aberta o carro de uma família, no mínimo de classe média alta, estacionar na vaga destinada a deficientes físicos. Meu queixo caiu quando vi sair do carrão o pai, com a maior cara de pau do mundo, a mãe, uma dondoca conivente e seus dois lindos filhos. E olha que beleza, nenhum deles parecia ter deficiência alguma. Seria isso a “síndrome do posso tudo porque tenho dinheiro suficiente na conta bancária”? A educação mandou lembranças!

Bastou que eu virasse a esquina para ver outra cena inacreditável: no mesmo corredor, um carro contra o outro. Logicamente, um deles estava na mão certa e o outro na contra. Adivinhou quem pensou que o errado estava se achando certo e que simplesmente não se moveu do lugar, transformando em caos o que já estava bagunçado. A educação mandou lembranças para ele também!

Outro exemplo aconteceu ontem mesmo, também em um shopping (definitivamente um antro de gente sem educação). Estava eu na fila para pagar meus dois pãezinhos de queijo, quando de repente, não mais que de repente, surge um ser na minha frente, já entregando o dinheiro para o caixa. Fiquei tão chocada na hora, que acabei sem reação. Quem me salvou foi a própria caixa, que precisou avisar ao ser deseducado que eu estava na frente. É mole?

Pessoas que não dizem por favor, obrigado, saúde, com licença; que atendem o celular no cinema; que roubam a vaga do outro; que fazem xixi no corredor do avião; que entram no elevador sem primeiro dar passagem aos que estão saindo; que escutam músicas e assistem vídeos no celular sem fone de ouvido em ambientes com outras pessoas; que falam muito alto; que passam o sinal vermelho e que etc, etc, etc… Bom, para essas pessoas a educação também manda lembranças. E quantas!

Pelo o que eu tenho visto por aí, a coisa vai de mal a pior. A falta de educação chegou ao nível máximo, intolerável, insuportável para uma convivência social saudável. Sinceramente, não sei onde isso vai parar.

De uma coisa eu sei: da minha casa ninguém sai sem educação. Com menos de dois anos, o meu filho já fala saúde quando alguém espirra. E pede desculpas quando faz besteira. Espero que ele sirva de exemplo para outras crianças, e para muitos adultos também, que, aliás, costumam ser péssimos exemplos.

 

10 comentários em “A educação mandou lembranças!

  • 13/09/2011 em 09:32
    Permalink

    Com certeza, a educação tá escassa mesmo. O mais engraçado, gente, é qdo veem uma criança que age assim, bem educada, q pede licença ,que agradece, que pede desculpas, as pessoas estranham rsrrss chega a ser bizarro, como se o certo fosse ser sem educação!!Faz um tempinho também assisti a uma cena q ficou marcada…Claro q isso q vou contar tá bem além de ser sem educação…Estava em um restaurante com uma amiga e ela é obesa, na mesa da frente uma criança de mais ou menos uns 11 anos apontou pra ela e começou a rir, os pais qdo viram riram também. Qual foi a graça? Não entendi…sem comentários pq só em lembrar já estresso.QUE TIPO DE EDUCAÇÃO/FORMAÇÃO ESSES PAIS ESTÃO DANDO A ESSA FILHA? ACREDITO QUE A PIOR POSSÍVEL!! Rir dos outros, de seus defeitos/ diferenças, seja lá o q for é podre. Arrasou no post!!

    Resposta
    • 13/09/2011 em 11:41
      Permalink

      Pois é a falta de educação das crianças vem dos pais que não dão o exemplo. Ou melhor dão péssimos exemplos.

      A educação começa e termina em casa…

      bjao Nádia!!!

      Resposta
  • 13/09/2011 em 07:56
    Permalink

    Isso mesmo, Julia ! Começa com “saúde”, “desculpe”. Há muita gente desperta para o outro. Acredito que essa é a razão desses fatos indignarem quem os assiste. Bjs !

    Resposta
  • 12/09/2011 em 15:56
    Permalink

    Acho que a falta de educação chegou em um nível absurdo. Deviam estudar a falta da mesma, principalmente no metrô ou no Saara em épocas de Natal….chega a ser aborrecedor….não tem a ver com dinheiro e sim com a lei da vantagem, a lei do quero sempre me dar melhor que o outro….
    Mas ainda não estou totalmente desacreditada pois cabe também a nós educarmos a nova geração….feliz de ter certeza que você e Luizinho fazem sua parte!!
    beijos Ruru!! 🙂

    Resposta
    • 12/09/2011 em 21:32
      Permalink

      Oi Veve querida!!! Menina, é muita falta de educação junta. Um problema sério que tem que ser resolvido a qualquer custo.

      É isso aí. Cabe a nós educar a próxima geração. Vamos com tudoooo.

      bjs

      Resposta
  • 12/09/2011 em 15:18
    Permalink

    É isso mesmo Ju, to contigo e nao abro, muita falta de educacao mesmo, vejo no trabalho todo dia. Nnguem olha na cara, nao eh capaz de um bom dia, obrigado, ate a proxima… esse mundo vai dar muito trabalho. Bjao.

    Resposta
  • 12/09/2011 em 12:25
    Permalink

    Muito bem Julia, como podem acontecer essas coisas, acho que vc devia fazer parte do nosso governo, precisamos de vc lá? que vc acha da ideia? falando sério, aqui pra nós clar., Se não as pessoas começam a enlouquecer e torrar o teu……Tempo vc acaba arranjando, pensa bem tenho uma intuições fortes, tive a corajem de te mandar. BJS

    Resposta

Deixe você também o seu comentário