A astrologia como ciência exata

Que não me digam que um astrólogo badalado da vida sabe interpretar mapas. Cobram uma verdadeira fortuna para não dizer nada, e alguns se passam também por videntes. A astrologia revela absolutamente tudo, basta ser um estudioso sério do assunto e não ser picareta para poder ajudar muita gente a desvendar seus problemas.

Astrologia do sexo: uma famosa professora conceituada da matéria disse que tinha um cliente que a consultava há mais de 10 anos e ela nunca percebeu que ele era homossexual. É mole isso? Para ser homossexual basta ter um Marte poderoso, um Mercúrio altamente forte , próximo ao Sol, pois não há uma lésbica ou um gay sequer que seja burro. Com Vênus conjunto a Marte, especialmente em Gêmeos, a pessoa tem tendência a ser bi ou pansexual e, provavelmente, deslizante nos seus relacionamentos.

Marte conjunto a Netuno retira a identidade sexual de um indivíduo, seja homem ou mulher. Normalmente, são os chamados médiuns. É possível prever até mesmo o dia da partida de uma pessoa enferma, não pelo seu próprio mapa, mas pelo de seus filhos ou próximos, que a amam e vão sentir sua perda.

A astrologia está se tornando desacreditada, mas a Igreja Católica e a Cabala sabem muito bem do seu valor. Tanto que o Papa condena a matéria, para que as pessoas não se assustem com a leitura dos mapas.

Astrólogos conceituados se esquecem até mesmo de interpretar um retorno de Saturno, uma quadratura de Saturno com Saturno. Pensam que Plutão é um planeta ruim, que pessoas do signo de Escorpião são perigosas. Gente, quanta bobagem costumo ouvir!

 

 

Noga Sklar

Editor, KBR Editora digital

2 comentários em “A astrologia como ciência exata

  • 11/12/2012 em 21:37
    Permalink

    “A astrologia é o mais elevado dos ramos do conhecimento porque trata das coisas celestes e do futuro, cujo conhecimento é não somente divino, mas também muito útil.”

    GIROLAMO CARDANO

    Resposta

Deixe você também o seu comentário