Editorial: destaques

Parem a violência já, antes que seja tarde
 

Enquanto eu estava dirigindo pela cidade cumprindo alguns compromissos, e, ao mesmo tempo, matutando como abordaria o meu tema de hoje, um maluco radical de uma pequena
O ocaso da carreira de Aécio Neves
 

  O ocaso da carreira política de Aécio Neves é uma das tristes histórias deste Brasil tomado pela corrupção. Com pedigree de austeridade, inteligência e política de primeira
Camille Paglia: a lúcida explanação vinda de dentro dos quadros da "revolução"
 

Se eu tivesse tempo e paciência, dedicaria as próximas horas do meu dia a traduzir para o público brasileiro a espetacular entrevista
Reflexões sobre a agressão sofrida por Míriam Leitão
 

A ignorância, a falta de bom senso e a brutalidade humanas são ilimitadas. Que o diga a jornalista Míriam Leitão, vítima da ira e da violência de delegados
Não tem santo nesse enredo
 

A entrevista de Joesley Batista à revista Época é reveladora. Do próprio Joesley e da política brasileira. Não tem santo nesse enredo. O Brasil foi dominado por um covil de lobos em
Outra opinião: enxovalhamento não é delação
 

Vânia Gomes talvez não saiba, mas seu editorial de hoje me proporcionou um alívio duplo.

Há pouco menos de seis meses, convidei a Vânia não só para fazer parte

Colunistas

Rodin
 

Expressões tais como “gosto não se discute”, “o que é de gosto regala a vida” ou “há gosto para tudo” podem ser vistas como verdades absolutas, ou são simples concessão a emoções e crenças pessoais? Certamente,
Deus abençoe esta bagunça
 

Tive um chefe muito desorganizado com quem dividi a sala de trabalho. Ninguém conseguia limpar aquela balbúrdia, cada vez mais empoeirada. Quem tentava era desencorajado pela ameaça
Não vai a lugar nenhum
 

Leio que o cientista e físico britânico Stephen Hawking convocou países a mandarem astronautas à lua até 2020. Segundo ele, precisamos construir uma base lunar nos próximos 30 anos e enviar
Consumista, eu?
 



Outro dia, um crítico literário comentava que não entendia como Olavo Bilac, um grande poeta, membro da Academia Brasileira de Letras, havia sido cronista para ganhar uns trocados. Como se
Tragédia
 

Portugal é um país amoroso, tudo aqui é afeto e gentileza. Só quem mora e conhece, como eu conheço, sabe a extraordinária generosidade que paira no ar, faz da vida uma tranquilidade e une as pessoas
Hora do recreio
 

Paulo caminhava pensativo...

A empresa acabara de demitir seu colega de área, e ele sentiu que a onda o estava alcançando.

A economia do pais não reagia, e sua empresa, como as demais,
Kototama e o poder da palavra
 

Confusão, corrupção, ganância... Irritação geral, não se consegue ler uma notícia que nos transmita paz. Os tempos atuais me remetem a buscas que andei fazendo no passado. Relendo